27 setembro 2011

Aproveitar até nas coisas más

Por causa do meu tio, do meu pai e novamente do meu tio, estive mais vezes no Hospital em 1 mês do que em 33 anos da minha vida.

Esta noite foi a minha vez de passar a noite com ele. É "engraçado" perceber as rotinas e a vida que borbulha num hospital à noite.

É boa a sensação de nos podermos passear pelo hospital vazio, sem gentes, sem filas, sem barulho... apenas um silêncio sepulcral!

Se eu aliar isso à minha nova paixão de tirar fotos agora dá nisto...










E como a troca de turnos da pessoa que fica lá com o meu tio acontece cedo e há sempre chega a entrar e sair acabei por ver o dia a nascer e ver o Porto a acordar, já que voltei de metro e estive na baixa quando o dia estava mesmo a começar.

Sem comentários:

Enviar um comentário