29 abril 2012

O que tu fazes...


Não importa o que vai ser amanhã, ou sequer se vai ser... hoje quando foste embora eu sentia-me assim.

Só por isso vale cada minuto contigo.

Sem comentários:

Enviar um comentário